quarta-feira, 22 de outubro de 2014

O Velho Apache Antenado anuncia: dois apoios de peso para Aécio Neves

Senador eleito pelo Rio de Janeiro, Romário, com mais de quatro milhões de votos grava para propaganda eleitoral 
Eu e Romário
O editor deste blog com Romário – Fotos: Arquivo
Por: Lauro Jardim
Depois de muitas negociações e recuos, Romário finalmente decidiu apoiar Aécio Neves. Ontem, os dois selaram o acordo.
Romário gravou hoje em Brasília, sem alarde, um depoimento que será exibido amanhã à noite, no programa de TV do tucano.
Romário, eleito senador com 4,6 milhões de votos no Rio de Janeiro, é visto na campanha de Aécio como um trunfo para a busca de votos nestes últimos dias no terceiro maior colégio eleitoral do Brasil.

Mentira de Dilma I – Defesa de doleiro diz que ‘laranja’ mentiu ao citar propina ao PSDB

Advogado de Alberto Youssef nega que o doleiro mantivesse negócios com o ex-presidente do partido, Sérgio Guerra
Crime perfeito: em depoimentos à Polícia Federal e ao Ministério Público, o doleiro Alberto Youssef relatou que as “doações legais” das empreiteiras foram a fórmula criada para esconder a propina
A defesa do doleiro Alberto Youssef, pivô do megaesquema de lavagem de dinheiro desmontado na Operação Lava Jato, afirmou que vai apresentar nesta quarta feira à Justiça Federal em Curitiba (PR) um pedido de impugnação do depoimento de Leonardo Meirelles, o “testa de ferro” do doleiro em negócios. Em depoimento à Justiça na segunda-feira, Meirelles afirmou que Youssef tinha negócios com o PSDB e com o ex-presidente do partido Sérgio Guerra (PE), morto em março deste ano.
O tema foi explorado pela presidente-candidata Dilma Rousseff (PT) para atacar o adversário tucano, Aécio Neves, em debates na televisão.
O advogado Antônio Figueiredo Basto, que defende Youssef, também informou que solicitará uma acareação entre os dois réus. “Meu cliente afirma peremptoriamente que nunca falou comSérgio Guerra, nunca teve negócios com ele e nunca trabalhou para o PSDB”, disse Basto. “Estamos pedindo uma impugnação do depoimento do Leonardo e uma acareação entre eles”, completou.
Segundo a Operação Lava Jato da Polícia Federal, Meirelles era o laranja do doleiro no comando do laboratório Labogen, uma fábrica de remédios falida usada por Youssef para obter contratos milionários com o Ministério da Saúde, na gestão do então ministro da Saúde Alexandre Padilha – a pasta diz que o contrato não assinado. O negócio firmado entre o Ministério e o doleiro havia sido intermediado pelo deputado federal André Vargas.
Fonte: www.veja.com.br
Email this to someone

Tesoureiro do PT teria cobrado propina também em Itaipu

Segundo denúncia de um dos operadores do mensalão, João Vaccari teria pedido até 12% de “comissão” para abastecer campanhas do partido
joao-vaccari-neto---joao-vaccari-neto-tesoureiro-nacional-do-pt-e-um-dos-citados-por-paulo-roberto-costa-como-suposto-envolvido-em-pagamento-de-propina-com-dinheiro-dos-cofres-da-petrobras-segundo-141-(1).jpg
Da redação
joao-vaccari-neto—joao-vaccari-neto-tesoureiro-nacional-do-pt-e-um-dos-citados-por-paulo-roberto-costa-como-suposto-envolvido-em-pagamento-de-propina-com-dinheiro-dos-cofres-da-petrobras-segundo-141-(1).jpg
O tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, acusado de arrecadar propina no esquema de corrupção da Petrobras que teria beneficiado a campanha de Dilma Rousseff em 2010, também estaria envolvido em operações irregulares dentro da Itaipu Binacional e do fundo de pensão da empresa, o Fibra, segundo reportagem do jornal “O Globo” desta quarta-feira (22).
De acordo com a publicação, a denúncia contra Vaccari foi feita pelo operador financeiro Lúcio Bolonha Funaro, identificado como um dos operadores do esquema do mensalão.
Em pelo menos duas ocasiões, segundo o “Globo”, Funaro acusou Vaccari de cobrar propina em operações com fundos de pensão – na CPI dos Correios, em 2006, e na das ONGS, em 2010. Questionado pelo Ministério Público Federal, o operador disse que o tesoureiro do PT chegava a cobrar 12% de “comissão”. O dinheiro serviria para alimentar o caixa dois das campanhas políticas do Partido dos Trabalhadores.
Em 2010, Funaro sugeriu à CPI dos ONGS que Vaccari – nomeado para o conselho de administração de Itaipu por Dilma em 2003, quando ela era ministra de Minas e Energia – fosse investigado por seus negócios dentro da empresa e de seu fundo de pensão. Na ocasião, segundo o jornal, o operador disse que o tesoureiro do PT tinha um relacionamento “umbilical” com o grupo Schahin, que tem contratos bilionários com a Petrobras e com Itaipu Binacional.
A empresa de Foz do Iguaçu cedeu terrenos e projetos para a construção da Universidade Latino Americana, a cargo do consórcio Mendes Junior/Schahin, ao custo de R$ 241 milhões, com aditivos posteriores de R$ 13,9 milhões. A obra foi paralisada pelo consórcio sob o argumento de “desequilíbrio financeiro”. O TCU conclui que a falha estava no projeto feito por Itaipu.
Fonte: www.istoe.com.br

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Bolsa cai 4% após vantagem de Dilma em
pesquisa eleitoral
ibovespa
Depois de grande recuo na abertura do pregão, Ibovespa caía 3,70% às 11h10, na casa dos 52 mil pontos
OLÍVIA BULLA - AGÊNCIA ESTADO
A Bovespa abriu o pregão desta terça-feira, 21, em forte queda, pulando do nível dos 54 mil pontos para a casa dos 51 mil pontos logo na abertura, em baixa de mais de 4%. O movimento é conduzido pelas ações do chamado "kit eleição" e ocorre em reação à pesquisa Datafolha, que mostrou pela primeira vez a presidente Dilma Rousseff (PT) numericamente à frente de Aécio Neves (PSDB) no segundo turno, embora ainda em situação de empate técnico.
Por volta das 11h10, o Ibovespa caía 3,70%, aos 52.291,97 pontos, na pontuação mínima do dia. Neste horário, as ações ON e PN da Petrobras figuravam entre os destaques de baixa, com -7,54% e -7,81%, respectivamente.
No topo da lista negativa, estava Banco do Brasil ON (-10,05%), acompanhado ainda de Eletrobras PNB (-7,83%). Na outra ponta, apenas três das 69 ações que compõem a principal carteira teórica da Bolsa brasileira figuravam no campo positivo. Os ganhos eram liderados por Santander units, com +2,47%.
No mesmo horário, o dólar no Brasil estava em alta, próximo da faixa dos R$ 2,50. Com variação para cima de 1,22%, estava sendo vendido por R$ 2,492.

Caern alerta para o consumo das cidades abastecidas pelo Piranhas-Assú

Em função da baixa do volume de água do rio Piranhas-Assú, que abastece as cidades de Jardim de Piranhas, Timbaúba dos Batistas, São Fernando e parte de Caicó, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), alerta à população destes municípios sobre evitar o desperdício e enfocar a economia de água enquanto persistir esta situação.
Para se ter uma ideia, por causa desta situação, o abastecimento de água de Caicó está temporariamente sendo realizado somente pelo açude Itans, o que representa 50% do abastecimento total. O motivo é que, além da seca, com a baixa precipitação para abastecer o rio Piranhas-Assú, a alimentação hídrica do rio, que se dá pelo complexo Complexo Curema-Mãe D’água, nascente na Paraíba, está comprometida em função de um barramento de vegetação.
21/out/2014
ás 18:39
Publicado por Robson Pires na categoria

Sociedade civil organizado repudiou estratégia de Henrique

henrique lamaO candidato do PMDB ao governo, Henrique Alves, se valeu de um marketing de guerrilha que apelou para o “vale tudo” ou como diziam no mau futebol: “do pescoço pra baixo é joelho”.
Movimentos da sociedade civil organizada, Igreja e empresariais repudiaram a tática de desconstrução do oponente – Robinson Faria (PSD), proposta por Henrique. “Nunca se viu uma campanha tão suja”, comentam pela capital do estado.
21/out/2014
ás 18:17
Publicado por Robson Pires na categoria

Justiça concede direito de resposta à Robinson contra Henrique

As informações inverídicas, difamatórias e injuriosas divulgadas pelo candidato do acordão, Henrique Alves foram criticadas pela Justiça Eleitoral em decisão que concede direito de resposta na propaganda eleitoral em mais de 3 minutos a favor de Robinson. Na decisão, o juiz Cícero Martins de Macedo Filho critica a postura do candidato Henrique Alves. “Não descarto, também, que haja responsabilidade dos candidatos na divulgação de certas propagandas, pois é difícil acreditar que não possam, também, administrar o próprio marketing de suas campanhas. Não custa lembrar que pode passar também na cabeça dos eleitores a ideia de que quem não consegue administrar o próprio nível de suas campanhas talvez não tenha condições de administrar o Estado”.
Cícero também classifica a inserção de Henrique como “a inverdade contida na propaganda, que busca passar, com informações distorcidas, uma imagem negativa e maculadora da honra e imagem do candidato Robinson Faria”. A decisão da Justiça Eleitoral determina o direito de resposta baseado no artigo 58 da Lei nº 9.504/97 e punição com multa de R$ 50 mil caso a coligação União Pela Mudança insista em divulgar novamente a propaganda mentirosa.
A justiça eleitoral esclarece os fatos sobre os apartamentos adquiridos através de transação comercial que obedece a regras do mercado imobiliário. “Portanto, o Sr. Robinson Faria recebeu os apartamentos no referido Condomínio Residencial Jangadas, em Parnamirim, através de um negócio jurídico legítimo, legal e público, sem ter obtido tais unidades por meio de influência no Programa Minha Casa Minha Vida, como procurar fazer crer a propaganda impugnada”, destaca o juiz em sua sentença.