sábado, 29 de abril de 2017

On 14:33 by Erminio Melo   No comments
Insatisfeito com sua transferência para o CMP (Complexo Médico Penal) de Pinhais, na região de Curitiba, e as condições mais duras do presídio, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha voltou a demonstrar que está perdendo a paciência com seus antigos aliados. Aos carcereiros, como quem não quer nada, ele vêm contando uma anedota:
“Era uma vez cinco irmãos. Um virou presidente, três viraram ministros e um foi preso”.
Na fala de Cunha, Michel Temer, os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência) e o senador Romero Jucá (ex-ministro do Planejamento), todos do PMDB, figuram como personagens de uma historinha infantil em que o próprio Cunha aparece como o único injustiçado. O relato logo se espalhou como ameaça de delação.
IMG_1780

quinta-feira, 13 de abril de 2017

On 17:48 by Erminio Melo   No comments


quarta-feira, 12 de abril de 2017

On 06:53 by Erminio Melo   No comments
senador Edison Lobão (PMDB-PA) é suspeito de receber R$ 5,5 milhões para interferir em obras do Projeto Madeira. A acusação aparece em inquérito autorizado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. A PGR fez o pedido com base nas delações dos ex-executivos da Odebrecht.
Segundo depoimento de Henrique Serrano do Prado Valladares, Lobão, que consta na lista da Odebrecht com o apelido de “Esquálido”, recebeu o pagamento em espécie, entregue na casa de seu filho.
O dinheiro teria sido entregue para que ele interferisse junto ao governo federal para anulação da adjudicação da obra referente à Usina Hidrelétrica de Jirau.
Segundo o Ministério Público, o Grupo Odebrecht foi vencedor de processo licitatório referente à Usina Hidrelétrica de Santo Antônio, sendo que a empresa Tractebel-Suez venceu processo licitatório envolvendo a obra da Usina Hidrelétrica de Jirau, ambas integrantes do Projeto Madeira.
Outro lado
Antonio Carlos de Almeida Castro, advogado de defesa do senador Edison Lobão, diz que agora a defesa poderá, em inquérito, fazer o enfrentamento das denúncias. O senador nega as denúncias; a defesa informou que comprovará que os acusadores não tem prova ou indício do que dizem.
On 06:47 by Erminio Melo in    No comments
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), recebeu mais de R$ 10 milhões da empreiteira Odebrecht em caixa dois para as suas campanhas ao Governo do Estado de 2010 e 2014, segundo a delação homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).De acordo com os delatores, o tucano recebeu R$ 2 milhões na disputa pelo Palácio dos Bandeirantes em 2010 e outros R$ 8,3 milhões quando se reelegeu, em 2014. Os valores não foram declarados na prestação de contas oficial, enviada à Justiça Eleitoral.Ainda conforme relatado no acordo de delação premiada, parte dos repasses teria sido feito diretamente ao cunhado de Alckmin, o empresário Adhemar Cesar Ribeiro, que é irmão da primeira-dama Lu Alckmin.Alckmin negou as acusações em nota enviada ao Jornal Nacional. “Jamais pedi recursos irregulares em minha vida política, nem autorizei que o fizessem em meu nome. Jamais recebi um centavo ilícito. Da mesma forma, sempre exigi que minhas campanhas fossem feitas dentro da lei”, garantiu.Além de Alckmin, outros 12 governadores, 24 senadores, 37 deputados, oito ministros e cinco ex-presidentes aparecem entrem os citados pelos executivos da Odebrecht na maior delação da história do pais. Confira alista com todos os nomes.

segunda-feira, 10 de abril de 2017

On 04:02 by Erminio Melo   No comments
Uma balsa de passageiros quase afunda na tarde desta sexta-feira (07), durante travessia entre os municípios de Grossos e Areia Branca, na região da Costa Branca do Rio Grande do Norte. A informação foi confirmada pelo Capitão Edison, da Capitania de Portos da Marinha do Brasil.
Segundo Capitão Edison, por volta de 12h um problema mecânico ocorreu e a embarcação começou a afundar. Rapidamente, outra balsa foi acionada e logo chegou ao local para retirar as pessoas. Ninguém ficou ferido.
“Sem as pessoas, a balsa conseguiu chegar ao local de destino. Vamos começar as investigações para saber qual foi o problema”, destacou o oficial.
A Capitania dos Portos de Areia Branca instaurou inquérito administrativo para apurar as causas do problema na embarcação. Segundo Capitão Edison, o processo termina em 90 dias.
Mossoró Hoje
On 03:56 by Erminio Melo in    No comments
Central do Cidadão da cidade de Santa Cruz
Segundo informações da Polícia Militar, homens invadiram o local, roubaram o dinheiro do cofre do banco cidadão e arrombaram o caixa eletrônico existente na repartição pública.
A polícia não soube precisar o horário, mas acredita que a ação aconteceu na madrugada deste domingo, já que não se viu movimentação de pessoas durante o dia. Os homens ainda colocaram panos na porta de vidro dá entrada da Central do Cidadão para que ninguém observasse a ação.
Não se sabe ao certo quantos homens participaram do roubo, mas a Polícia acredita que seja uma quadrilha especializada que realizou a ação criminosa. Como o caixa eletrônico funcionava para instituições públicas bancárias, a Polícia Federal foi acionada para averiguar a situação.
Como a Central do Cidadão não tem nenhum equipamento de segurança, como câmeras ou vigilantes, ficará mais difícil as investigações do caso. Amanhã, a Central do Cidadão estará com seus serviços suspensos. Edipo Natan

quarta-feira, 5 de abril de 2017

On 04:19 by Erminio Melo   No comments
Ex-presidente do Senado e líder do PMDB na Casa, Renan Calheiros considera como líquido e certo que o governo de Michel Temer naufragará. Durante conversa com jornalistas nesta terça-feira, 4, Renan chamou o governo de “temporário”.
“O PMDB vai ter de patrocinar as reformas vindas do Planalto sem discutir? Se continuar assim, vai cair o governo para um lado e o PMDB para o outro. É uma questão política, não é pessoal”, disse o senador.
On 04:16 by Erminio Melo   No comments
O ex-presidente da Odebrecht Ambiental Fernando Cunha Reis afirmou, em seu acordo de delação premiada no âmbito da Lava Jato, que doou R$ 2 milhões em caixa dois para a campanha do pemedebista Henrique Eduardo Alves ao governo do Rio Grande do Norte, em 2014.
Alves perdeu a eleição no segundo turno para Robinson Faria, candidato do PSD.
O pedido de contribuição foi feito, segundo o delator, numa reunião de que ele participou juntamente com Alves e o então deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), hoje preso em Curitiba pela Operação Lava Jato.
O encontro, segundo a delação, aconteceu no dia 06 de setembro de 2014 no gabinete de Cunha, na Câmara dos Deputados, em Brasília.
A doação em caixa dois teria sido paga em dinheiro vivo e viabilizada por meio do setor de operações estruturadas da Odebrecht, classificado pelos investigadores da Lava Jato como departamento de propinas da empresa.
Alves foi ministro do Turismo do governo Dilma Rousseff entre abril de 2015 e março de 2016. Saiu do cargo ao apoiar o impeachment da presidente.
Voltou à pasta em 12 de maio de 2016, com a chegada de Michel Temer ao Palácio do Planalto.
On 04:11 by Erminio Melo   No comments
Criminosos tentaram assaltar a agência dos Correios do município de Pendências, na madrugada desta terça-feira (04), mas se deram mal. Após o alarme ser acionado, as polícias Militar e Civil foram ao local e houve troca de tiros. Dois foram presos e um deles chegou a ser baleado no confronto. Em seguida, os policiais realizaram diligências na tentativa de capturar o restante da quadrilha. Os dois que foram presos são de Mossoró. 

Pelas redes sociais, moradores das proximidades dos Correios relataram a ação dos bandidos.Segundo um morador, o ataque a agência começou por volta de 3h. Logo, chegaram ao local, policiais de Pendências, Alto do Rodrigues e Macau, que deram apoio. Ao todo, seriam 5 criminosos. Três ainda conseguiram fugir. O assaltante baleado foi levado para o hospital local e em seguida foi transferido para o Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró. "Parecia uma guerra, foram muitos tiros", relatou o morador.
On 04:07 by Erminio Melo   No comments
Entre os dias 11 e 17 de abril, todos os serviços ligados ao Registro Nacional de Carteiras de Habilitação (Renach), como emissão e renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), serão suspensos temporariamente no Rio Grande do Norte. De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran-RN), a interrupção se deve à migração de dados do Renach, que está integrado com os 93 Centro de Formação de Condutores (CFC) do RN e centrais que ofertem os serviços. A mudança ocorre em função de licitação realizada pelo Detran-RN para o gerenciamento do banco de dados, que teve como vencedora a empresa Thomas Greg & Sons. Com isso, a VALID, atual responsável pela operação do sistema e que não obteve êxito no processo licitatório, deverá realizar a migração para a nova empresa dentro do prazo estipulado pelo órgão de trânsito. Tanto o valor do contrato firmado com a Thomas Greg & Sons quanto o período em que a empresa está autorizada a operar o sistema Renach no estado foram divulgados pelo Detran-RN. Segundo o presidente do Sindicato dos Proprietários de Centros de Formação de Condutores do RN (SIPROCFC-RN), Eduardo Domingo, durante a permuta, os 93 CFC’s do Estado ficarão inviabilizados de realizar qualquer atividade referente à CNH. Por mês, são emitidas cerca de 3.500 documentos. A mudança deverá reforçar a segurança do processo e emissão de CNH, e se restringe ao sistema Renach, que retornará à normalidade no dia 18 de abril. O Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) não será afetado.