segunda-feira, 30 de maio de 2016

On 14:38 by Erminio Melo in    No comments
Assim como Moisés que liderou o êxodo egípcio, lutando incansavelmente para unir as 12 tribos de Israel, o pré candidato Gustavo Queiroz, vem desenvolvendo uma paciente articulação com a esperança de trazer para o seu sistema de aliança eleitoral, o importante segmento politico que tem o comando do ex-prefeito Jailton Freitas. 
Em Pendências está acontecendo um "Cisma ou o que chamamos de Diáspora no Egito antigo", o bloco de Ivan Padilha está se esfacelando, tendo que se agarrar aos mais ácidos adversários como forma de sobreviver. 
Fez assim com a ex-prefeita Dida, arqui-rival na comunidade de Mulungu, dando á este segmento a oportunidade de indicar o vice prefeito. 
Neste caso, descartou o projeto dos Freitas, negando apoio a candidatura de Venancinho, proposta dada pelo o filho Jailton, preferindo lançar Fernandinho. 
Como ainda tem muita água pra rolar debaixo desta ponte de decisões, até chegar a data das convenções, mais fatos irão acontecer. A verdade é que  o neto de Ivo Queiroz que foi o padrinho politico da entrada dos Freitas na vida pública Pendcnciense, onde tiveram o privilégio de governar por muitos anos.
 Baseado neste ponto de partida, resta a Gustavo Queiroz, ter a suficiente habilidade para unir os pontos afins da trajetória destas famílias.
O blog tem a ousadia de dizer aos Freitas: quando não se pode ajudar não se atrapalha: a proposta de Ivan Padilha em dizer que ajuda os Freitas para lançar a candidatura deVenancinho é colher de chá envenenada, quem beber morre afixado. 
A maioria da população espera que os Freitas seja o último dos moicanos a vir somar, fazendo a união de todos os opositores, para consolidar nas urnas a esplendorosa vitória dos que querem uma Pendências melhor!

OBS. ESTA MATÉRIA FOI COPIADA DO BLOG. ALUIZIO LACERDA
On 14:31 by Erminio Melo   No comments



On 08:37 by Erminio Melo in    No comments
 A Vereadora Zilda Costa do PRB de Pendências, em uma reunião que aconteceu sábado dia 28/05, juntadamente com toda sua família e amigos do grupo PRB, decidiu apoiar a Candidatura de Gustavo Queiroz e Carlos Montenegro para o Executivo do nosso município.
 Segundo nos informou a ilustre Vereadora, está decisão já não tinha sido tomada antes por motivos superiores, mas de maneira nenhuma ela não cogitava apoiar mais uma vez o projeto politico do Prefeito Ivan Padilha. Dona Zilda como é conhecida em toda região foi muito bem recepcionada por todo grupo politico da oposição.
 A vereadora Zilda do PRB foi eleita a primeira vez em 2004 pelo grupo da oposição, em 2008 foi reeleita também pela oposição e em 2012 foi reeleita mais uma vez desta feita pela situação, visto, a mesma sempre militou ao lado do Gestor Atual. Dona Zilda é conhecida como a Mãe dos pobres principalmente dos pescadores do nosso município, ela com muito esforço conseguiu trazer para o nosso município a colonia dos Pescadores que vem até hoje dando total apoio a todos os pescadores da região. Outro ponto forte da nossa amada vereadora são os aposentados, a qual ela tem maior apreço e dedica grande parte do seu tempo a esta classe.

  Além do apoio maciço de toda sua familia, a Vereadora trouxe consigo o total apoio do seu partido PRB tanto na esfera estadual como na esfera municipal, com isto, o Jovem Josivan filiado ao PRB e obreiro da Igreja Universal também declarou seu total apoio a Gustavo Queiroz e Carlos Montenegro e ao mesmo tempo lançou sua candidatura a Vereador do nosso município. Parabéns aos dois e que Deus os ilumine. Vamos a luta. A vitória é nossa e de todo povo Pendenciense.


OBS. Em breve novas fotos e mais uma adesão de outro Vereador a ser anunciado por esses dias.
aguardem.

domingo, 29 de maio de 2016

On 07:44 by Erminio Melo in    No comments

O vereador do PR Pendenciense Carlos Montenegro liderava ontem em Porto do Mangue uma comitiva de aliados do projeto de mudança para a prefeitura na sucessão de Ivan Padilha.Carlinhos relatou que sua candidatura a vice prefeito compondo a chapa com Gustavo Queiroz oferece amplas possibilidades de vitória e que a costura de entendimento para novos apoios permanecem, sendo trabalhada com muita sutileza e responsabilidade. O futuro vice prefeito do sistema opositor pendenciense adiantou que brevemente uma adesão de peso será anunciada, consolidando a perspectiva de vitória da chapa Gustavo Queiroz/ Carlinhos Montenegro, para bem administrar o município que encontra-se num verdadeiro caos de gestão.
(Aluizio Lacerda)

sexta-feira, 27 de maio de 2016

On 09:58 by Erminio Melo   No comments
Parece piada, mas foi o que restou do nosso MATADOURO PÚBLICO, quando Ivan Padilha assumiu o governo em 2009 este patrimônio público estava funcionando normalmente, merecia uma limpeza, uns ajustes e nada mais. Mas o Prefeito Ivan Padilha mandou derrubar o prédio do Matadouro para construir outro no mesmo lugar, só que esta obra nunca saiu do papel e hoje o que resta do nosso Patrimônio são estas ruínas. passou-se a época da vacas gordas, seis anos de muito dinheiro do ROYALTS e nada foi feito, a carne que comemos vinda do nosso mercado ninguém sabe de onde vem,  visto que, não existe nenhuma fiscalização nos abates. Gostaria que o Ministério Público olhasse para esta situação. Estamos vivendo a época do abandono mais uma vez em nosso município. Tantas promessas e nada foi feito.
On 09:18 by Erminio Melo in    No comments
 O favoritismo eleitoral vislumbrado nas recentes pesquisas de opinião popular em Pendências, conquistado pela pré candidatura de Gustavo Queiroz, forçou a união de ferrenhos desafetos na politica local
 Gustavo Queiroz opção para uma Pendências diferente e melhor administrada
Sobre o amparo do mandato parlamentar do deputado Zé Adécio, estiveram reunidos em seu gabinete o atual gestor Ivan Padilha, ex-prefeita Dida, presidente do legislativo Valdemar Bezerra e o vereador Fernandinho, sendo este o pré candidato da situação representando a continuidade administrativa do modelo imposto na cidade por Ivan Padilha.
Fernandinho representa os interesses dos que desejam o municipio como está
Uma candidatura quando aparece fortalecida, obriga gregos e troianos a se abrigarem numa só trincheira para terem condições de combate. 
Ivan Padilha e Dida juntos pode até agregar, mas, o histórico de brigas, farpas e insultos de um contra o outro, tem ares de parto cesariano, fazendo a criança nascer por recursos médicos.
A comunidade de Mulungu ficou um meio atordoada com a união destes arqui-adversários.
Todavia, toda disputa só se encerra com a contagem dos votos e o povo saberá escolher o que achar melhor. (Aluizio Lacerda)

quarta-feira, 25 de maio de 2016

On 16:16 by Erminio Melo in    No comments

Quem já pensou que viu de tudo nesta vida, engana-se, eu sou testemunha viva do sofrimento que a ex-prefeita DIDA, causou a esta família ( Padilha) em Mulungu quando a mesma era prefeita do município de  Pendências, pra ser Sincero, ela pisava, ela humilhava todos os Padilhas que passassem em sua frente.  Hoje para minha surpresa, vejo o prefeito Ivan  Padilha tendo que se rebaixar a esta senhora para tentar ter alguns votos no lugar onde ele mesmo nasceu, foi procurar o seu apoio, ou seja: tendo que entregar o poder que ele passou 16 anos para tirar dos Freitas para esta mesma família, visto que, o seu candidato a sua sucessão que é o Vereador Fernandinho faz parte do grupo da família Freitas, nunca deixou,  a prova disto, é que Fernandinho  filiou-se no PMDB mas filiou  o seu filho também chamado de Fernando Junior no Partido de Jaílton Freitas, sendo esta uma exigência do mesmo. E povo de Mulungu que sempre votou em Dida e repudiavam os Padilhas? será que vai continuar com Ela? O que vai passar pela mente deste povo quando vir Dida, Ivan Padilha, com toda sua família juntos em cima de um Palanque pedindo voto para um candidato que é cria de Freitas? sei não, isto vai dar em Pizza.  sabe porque? este grupo fechou um acordão denominado acordão Pendenciense, estão todos juntos: os Padilhas, os Freitas, seis vereadores, todos contra Gustavo Queiroz que  até hoje está liderando as pesquisa com uma grande vantagem para os demais  o povo não é besta, o povo está vendo Pendências como está, faltando tudo. O hospital não tem remédio; o restaurante que servia um almoço para os paciente que iam se consultarem em Natal foi cortado por que o prefeito não pode pagar seis mil reais por mês. As ruas da cidade estão imundas sem falar nos distritos. O povo vai saber dar o troco a este acordão irresponsável.
On 12:20 by Erminio Melo in    No comments
O Pleno do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte voltou a julgar, na sessão desta quarta-feira, 25, as ações penais relacionadas à operação "Maresia", cujo foco é a apuração da suposta prática de crimes na Prefeitura de Macau, como peculato, falsificação de documentos e coação a testemunhas.
A Corte potiguar, à unanimidade, rejeitou a preliminar de cerceamento de defesa, levantada pelo prefeito denunciado Kerginaldo Pinto do Nascimento e recebeu a denúncia contra o chefe do Executivo. O relator dos processos foi o juiz convocado Luís Alberto Dantas.
O prefeito Kerginaldo Pinto do Nascimento foi afastado do cargo no dia 13 de novembro de 2015, em decorrência da Operação Maresia, deflagrada pelo Ministério Público Estadual para investigar crimes contra o patrimônio público em Macau e permanece, com essa decisão, preso no Comando Geral da Polícia Militar em Natal.
Segundo as denúncias do Ministério Público, há fortes indícios de superfaturamento de contratos com a prefeitura para a prestação de serviço de limpeza urbana e obras públicas de construção civil, dentre serviços como limpeza das praias, pintura de meio fio, capinação, dentre outros, mas a defesa contestava o argumento do MP de que existiu a prática do crime de Peculato (Artigo 312 do Código Penal) e que não há materialidade ou indícios de autoria, o que não justificaria a manutenção da cautelar.

Aditivos
Por meio de aditivos sequenciais, os valores das licitações, postas em contestação, sofriam acréscimos, com contratos passando de pouco mais de R$ 200 mil para pouco mais de 400 mil, com indícios de manipulação da contabilidade pública para justificar os superfaturamentos, sem nenhum aporte comprobatório legais enviados ao Tribunal de Contas. A relatoria coube ao juiz convocado Luiz Alberto Dantas.
Ainda segundo o MP, na denúncia formulada na outra ação penal julgada pelo Pleno do TJRN, o prefeito de Macau, Kerginaldo Pinto, assinou um documento falso para basear um pedido de Habeas Corpus com a finalidade de revogar a prisão do ex-prefeito Flávio Vieira Veras – preso preventivamente em 2015, devido a desdobramentos da Operação Máscara Negra, realizada pelo MPRN em 2013.
O documento, "fabricado" no dia 27 de março de 2015 e apresentado no mesmo dia ao TJ, expressão cunhada pelo MP, tratava-se de uma portaria com data de novembro de 2014 que proibia todos os investigados pela Operação Máscara Negra de adentrarem os prédios públicos da Prefeitura de Macau.
A intenção da portaria falsa teria sido "provar" que Flávio Veras estava impedido de entrar na prefeitura e por isso não podia ser mentor dos esquemas, o que justificaria a retirado de um dos motivos para que Veras continuasse preso.
Ações Penais nºs 2015016086-9 e 2015016087-6
On 10:57 by Erminio Melo   No comments

On 06:48 by Erminio Melo   No comments
O plenário do Tribunal de justiça do estado julgou procedente a denúncia contra o prefeito afastado de Macau Kerginaldo Pinto, a denúncia foi em decorrência da operação Maresia desencadeada no final do ano passado. Kerginaldo agora vira réu no processo.